Weby shortcut
4884

Falta de segurança em espaços de convívio assusta moradores da capital

Atualizado em 10/06/15 11:53.

Por Thainara Pedatella

Espaço voltado para prática de esportes e vida saudável sofre com falta de manutenção e afasta o uso por moradore

(Foto: Johan Pedro)

Moradores que residem em casas próximas às áreas públicas no Setor Sul reclamam do mato alto, falta de iluminação, presença de usuários e traficantes de drogas nas quadras. Segundo moradores ações da prefeitura são cada vez mais raras e a falta de segurança os incentiva a buscar outro lugar para viver.

As áreas de convívio criadas em 1980  incluem quadras poli-esportivas, praças e pista de skate, que hoje se encontram em completo abandono. As vielas, além de mal iluminadas, são alvo de traficantes para a venda de drogas.

O morador Hélio de Lima, 50, reside há 20 anos no setor e acusa a prefeitura pela negligência com o local e diz que sempre ouve a mesma coisa “eu já liguei lá pra reclamar só da iluminação e do mato alto umas cem vezes, a resposta é sempre de que vão mandar uma equipe no local". 

Garotos que poderiam brincar e aproveitar as quadras e pistas de skate ficam reféns do tráfico e nem podem utilizar aquilo que é de direito deles. Johan Pedro mora no setor a três anos e diz que pode contar nos dedos quantas vezes foi a quadra perto da sua casa. "Ir à noite, nem pensar. De dia, além de enfrentar um matagal para chegar lá, o perigo de machucar nas quadras é muito grande. Tem muito ferro retorcido e até prego no chão."

Os problemas de iluminação no setor, de responsabilidade da Secretaria Municipal de Obras (Semob), estão em debate na Câmara Municipal de Goiânia em função de irregularidades na licitação da empresa terceirizada responsável pela manutenção da iluminação pública da cidade. Em nota, a Semob afirmou que a situação estará regularizada em um prazo de três meses, conforme ficou acertado em um Termo de Ajuste de Conduta (TAC) entre a prefeitura e o Ministério Público.

Uma novidade lançada a três anos, que poucos conhecem pode ajudar quanto a segurança nas só de locais como as quadras abandonadas como no ônibus ou na rua. Um aplicativo que pode ser usado em smartphones, computadores, tablets e qualquer dispositivo conectado a internet permite ao usuário denunciar um acidente, um crime ou mesmo uma simples suspeita. Podendo inclusive ser dada sua localização via GPS para os policiais de plantão. O aplicativo está disponível nesse site

SEM DONO

Em nota a assessoria da PM pediu que além de se utilizar do aplicativo, as pessoas façam boletim de ocorrência quando acontecer um crime na sua região para que se possa ter controle da criminalidade por setor e assim determinar onde se tem uma demanda maior de segurança. Em contato com a Companhia de Urbanização de Goiânia (Comurg) a assessoria alegou que as quadras são de responsabilidade do Governo do Estado, na Agência Goiana de Cultura Pedro Ludovico Teixeira que foi transformada em sub secretaria da Secretaria de Estado da Cultura (Secult) no ano passado, outra que também nega responsabilidade sobre as quadras, atribuindo novamente à prefeitura de Goiânia os cuidados dessas áreas.

Listar Todas Voltar