Weby shortcut 1a5a9004da81162f034eff2fc7a06c396dfddb022021fd13958735cc25a4882f
4884

Professor desenvolve protótipo para energia sustentável

Atualizado em 19/05/15 10:51.

Material é utilizado para produção de gás metano

Por Alex Maia

Há 13 anos, em Senador Canedo, o professor da rede pública de ensino, Carlos Lacerda fábrica biodigestores para produção renovável de energia em sua própria casa. Licenciado em Geografia, o professor produziu um protótipo a partir de vídeos instrutivos e fabricou com o que tinha há mãos: um tambor de 100 litros.

Foto: Carlos Lacerda

Biodigestor

Biodigestor feito de tambor surge como opção viável e barata para pequeno produtores

Essa é a tecnologia do futuro. Produz energia limpa a partir de degetos de animais, é perfeito para pequeno produtores rurais”, diz o professor que desenvolveu outros dois para escolas públicas do município.

Os biodigestores são equipamentos de fabricação relativamente simples, que possibilitam o reaproveitamento de detritos para gerar gás e adubo, também chamados de biogás e biofertilizantes. O biodigestor geralmente é alimentado com restos de alimentos e fezes de animais, acrescidos de água. 

Dentro do aparelho, esses detritos entram em decomposição pela ação de bactérias anaeróbicas (que não dependem de oxigênio). Durante o processo, todo o material orgânico acaba convertido em gás metano, que é utilizado como combustível em fogões de cozinha ou geradores de energia elétrica.

No caso de uma granja, por exemplo, o gás gerado pelas fezes das galinhas é usado para aquecer os ovos nas incubadoras. O resíduo sólido que sobra no biodigestor também pode ser aproveitado como fertilizante.

"O material orgânico utilizado não deve conter produtos tóxicos, pois matariam as bactérias responsáveis pela produção do gás", diz o professor e idealizador, Carlos Lacerda.

Clique aqui para ter instruções de como construir o seu.

Listar Todas Voltar