Weby shortcut 1a5a9004da81162f034eff2fc7a06c396dfddb022021fd13958735cc25a4882f
4884

Experimento social mostra como é fácil raptar uma criança

Atualizado em 19/05/15 09:59.

Joey Salads realizou teste em vídeo mostrando como é fácil levar uma criança de um parquinho, mesmo na presença da mãe

Por Júnior Bueno

 

rapto

Foto: youtube.com

 

"Mais de 7 mil crianças são raptadas por dia. Seu filho está seguro?" Esse é o alerta feito pelo americano Joey Salads, num vídeo que mostra que esse tipo de rapto é mais fácil do que parece. Mesmo com a orientação dos pais para nunca falarem com estranhos, os pequenos são facilmente atraídos e, em algumas situações, o fim pode ser trágico.

Acompanhado de um cachorrinho, ele aborda pais que, de longe, estão observando a brincadeira dos filhos, e pergunta se os filhos são orientados a não conversarem com estranhos. Todos os pais afirmam que sim e, então, autorizam Joey a "tirar a prova". Mas, ao se aproximar das crianças no parque e mostrar o cachorrinho, proporcionando momentos de intereação e carinho entre elas e o animal, Joey disse que ia levá-las a um lugar onde havia vários outros bichinhos e todas, sem exceção, pegaram na mão dele e foram. Os pais, que sabiam da gravação, assistiram assustados.

No Brasil, este alerta é importante para lembrar de um drama recorrente, o das crianças desaparecidas. A cada 45 minutos, 22 pessoas desaparecem no Brasil. É como se, no segundo tempo de uma partida de futebol, nem o seu time e nem o adversário voltassem do vestiário. Segundo dados do site Desaparecidos, cada ano, 250 mil pessoas somem misteriosamente sem deixar vestígios. Destas, o Ministério da Justiça estima que 40 mil sejam menores de idade.

 

Listar Todas Voltar