Weby shortcut 1a5a9004da81162f034eff2fc7a06c396dfddb022021fd13958735cc25a4882f
4884

Tapumes na Praça Cívica viram obras de arte

Atualizado em 05/05/15 09:28.

 Tapumes pintados de branco no início da obra na Praça Cívica Após transformação artística, pinturas e desenhos cercam toda a obra

(Foto: Johan Pedro)

 

Thainara Pedatella 

Quem passa pela Praça Cívica não se depara com um canteiro de obra comum. E sim com uma extensa exposição a céu aberto. Isso porque os tapumes que estão ali para a reforma de revitalização, ganharam um colorido especial pelas mãos de diversos artistas goianos. E até quem não gosta das chamadas “intervenções artísticas”, para pra olhar.

As pinturas e desenhos nos tapumes são uma iniciativa da Secretaria Municipal de Cultura (Secult) e contam com o trabalho de mais de 80 artistas locais. A ideia de transformar o local em telas, foi do próprio Secretário de Cultura, Ivanor Florêncio, que chegou a participar das intervenções sendo uma das obras no local de sua própria autoria.

A iniciativa quer desesteriotipar a arte de rua e incentivar que o goianiense tenha um contato maior com a produção artística local, segundo o secretário “é o tipo de intervenção que agrada aos artistas e a população, porque valoriza a arte e deixa a cidade bonita, transformando os espaços públicos em lugares mais agradáveis através das cores e das formas geométricas”.

Assim que terminar as obras de revitalização da praça, que tem previsão para o meio do ano que vem, já está planejado a construção de uma galeria no local para a exposição permanente dos tapumes.

A OBRA

Os recursos da obra de revitalização fazem parte da segunda etapa do Programa de Aceleração do Crescimento Cidades Históricas (PAC2), já o projeto da reforma é fornecido pelo governo do estado de Goiás e a prefeitura é responsável pelo processo de licitação e demais ações .

No site da Prefeitura de Goiânia, o secretário municipal de Desenvolvimento Urbano Sustentável, Paulo César Pereira, declarou qual o objetivo da obra “eliminar o estacionamento existente e, definitivamente, devolver a Praça Cívica às pessoas”.

Goiânia é uma das vinte e duas cidades do Brasil a fazer parte do programa destinado a manter a memória artística e arquitetônica no país, e o projeto está entre os 425 selecionados pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) e pelos Ministérios de Cultura e do Planejamento, Orçamento e Gestão.

Listar Todas Voltar