Weby shortcut 1a5a9004da81162f034eff2fc7a06c396dfddb022021fd13958735cc25a4882f
4884

Rede social paga usuários por conteúdo

Atualizado em 05/05/15 09:11.

No desejo por conteúdo original, plataforma oferece pagamento real a usuários

Por: Luiz Fernando Carvalho

TSU

À medida que o usuário pode rapidamente se tornar cansado de uma plataforma social, seus idealizadores buscam incluir recursos atraentes para manter uma rede fiel de usuários. Como aconteceu com o Ello, rede social que atraiu membros devido à “falta de liberdade” proposta pelas regras do Facebook, o Tsü (se pronuncia “su”) está crescendo por uma característica peculiar: a possibilidade de ganhar dinheiro.


O Tsü é uma rede social que acredita na propriedade do usuário sobre seu conteúdo, esclarece idealizadoras da plataforma. Trata-se dos usuários serem compensados financeiramente pela quantidade de visualizações, curtidas e repercussão geradas em seus perfis.


A plataforma funciona como uma espécie de pirâmide, no qual o lucro é divido em 10% para o Tsü e os outros 90% para os usuários, desde o usuário que o “convidou” para a rede até o usuário final que compartilhou o conteúdo. De algumas semanas pra cá, com o crescimento do Tsü, uma avalanche de “spam” e conteúdo não autoral vem tomando conta do feed da plataforma, numa tentativa desesperada de ganhar dinheiro por parte de alguns usuários.


Difícil saber se o Tsü ou até mesmo o Ello conseguirá se consolidar entre os internautas brasileiros, assim como aconteceu com o Facebook, Twitter e Orkut. Mas o surgimento de redes com um conceito diferenciado como o do Tsü vem pra mostrar que existe espaço para alternativas no quesito de mídias sociais. A ideia central do site de ver usuários não só como consumidores, mas sim como “sócios” da plataforma é válida, mas em sua execução, ainda falha.

Listar Todas Voltar