Weby shortcut
4884

Overdose de Imaginário

Atualizado em 31/03/15 09:25.

Quantidade excessiva de significados embutidos em imagens modifica o olhar das pessoas.

overdose imagem

Foto da banda paraibana Glue Trip que reflete a intensidade de sentidos associados em um só quadro (foto: Divulgação)

por Leon Carelli

O uso de simbologia visual presente nos meios de comunicação, principalmente na área virtual (TV, internet) vem aumentando consideravelmente. A todo momento somos bombardeados por informação visual, e o modo de perceber essas informações e as tecnologias vem se modificando nas últimas décadas.

O comunicador Manuel Reis, em artigo publicado em 2005 no Caderno didático RTV analisa a importância que tem o visual no meio da comunicação, atualmente. A partir da invasão das imagens, há um acúmulo gradativo de informação a ser digerida. Passa a vigorar uma exigência de que as pessoas estejam preparadas para interpretá-las.

Reis também destaca que "a densidade e a intensidade dos sinais visuais, quer sejam eles fotografias ou ícones ou matérias gráficas, nunca existiram em tal proporção em nenhum momento da história". Assim, o abstrato, as viagens visuais, chegam não fazendo sentido, em um primeiro momento.

Interpretar esses estímulos visuais não é uma tarefa fácil devido ao costume engessado que existe em perceber a mensagem das imagens, sempre associadas a um sentido textual consistente. "Meros receptores passivos, as pessoas necessitam de instrumentação adequada para lidar com múltiplos sinais, muitos deles simultâneos, todos dissimulados como minas prestes a explodir no terreno perceptivo do indivídio.", completa Manel.

Excesso

Outro ponto tocado por Manuel Reis, é a possibilidade de uma "overdose de imaginário", que seria resultado do estímulo visual constante, afetando as percepçõe. "“Será a overdose de imaginário? Muito estímulo talvez produza pouca resposta. Cegas de olhos abertos, multidões são seduzidas para a grande farra das mídias visuais", afirma.

O poder da imagem também pode ser pensado a partir da perspectiva de uso da internet. Dados levantados pelo publicitário André Telles em 2012, em seu livro A revolução das mídias sociais, nos dão uma ideia da mudança de habitos das pessoas. Essa mudança se acentua com o aumento do número de pessoas que tem acesso à internet.

Segundo Telles, que também é professor na PUC do Paraná, ao apresentar os dados da tabela abaixo, completa dizendo que "Esses números definem o cenário e a importância das mídias sociais. Mais do que isso, apontam a importância de se desenvolver uma estratégia para a captação e utilização dessas poderosas redes. "

tabela

Saiba mais:

Capítulo 1 do livro "A revolução das mídias sociais" (PDF)

 

 

Listar Todas Voltar