Weby shortcut
4884
am

O rádio, de AM para FM

A migração da faixa AM para FM trará melhorias na qualidade do sinal, porém com pouco alcance de cobertura

 

am

Por Lucas Barbosa

A presidente Dilma Rousseff assinou no ano passado o decreto que permite a migração das rádios AM para a faixa FM. O decreto atende uma discussão do setor, preocupado com o aumento dos níveis de interferência. Na cerimônia no Palácio do Planalto, Dilma disse que as rádios AM são um patrimônio do país e que o estado deve dar condições para que elas continue se adaptando as novas tecnologias e oferecendo o serviço de qualidade.

Segundo a Associação Brasileira de Emissoras de Rádio e Televisão (Abert) se justifica devido ao fato de que a faixa AM sofre muitas interferências por causa do crescimento urbano, pelo espectro elétrico e a falta de receptores integrados (que aceitam as duas faixas), além da redução da audiência. Segundo o que consta no decreto, a migração não é obrigatória.

Para o Diretor Técnico da Rádio Universitária (UFG), Arutanã Ferreira é uma questão de sobrevivência. "Há uma queda gradativa, os jovens não conhecem a AM nem a aceitam, porque a qualidade de áudio é muito ruim", explica.

As primeiras autorizações para migração de emissoras da faixa AM para FM deverão ser anunciadas em agosto de 2014, a intenção é que até o fim do ano algumas estações comecem a operar nessa faixa. O texto deve ser publicado no Diário Oficial da União.

Com a mudança, a expectativa do setor é que as rádio AM recuperem a audiência. As emissoras foram prejudicadas também por causa da interferência no sinal de transmissão, além de não podem ser sintonizadas por dispositivos móveis, como celulares e tablets, ou aparelhos mais modernos. Nas regiões onde não houver espaço essas emissoras terão de aguardar a liberação do espaço que vai ocorrer com a digitalização da TV no país.

 

Por que migrar?

  • Não transmite em dispositivos móveis , como celulares
  • Interferências decorrentes do crescimento urbano e do nível de ruído
  • Gastos maiores com manutenção e energia

O que ganha

  • Qualidade na transmissão

O que perde

  • Alcance da cobertura

Custos

Para migrar a rádio precisa:

  • De um novo transmissor e uma nova antena
  • Pagar a diferença de outorga de AM para FM

 

 

Listar Todas Voltar