Weby shortcut
4884

O aperto de se mover na cidade

O crescimento vertiginoso da cidade e o descaso dos governantes aumentam a cada dia os problemas em se locomover na metrópole

por Ludimila Mendonça

 

A mobilidade urbana na região metropolitana de Goiânia é um dos fatores que pesam na análise da qualidade de vida na cidade e entorno. As discussões e investimento em projetos de mobilidade urbana não acompanham o crescimento populacional na cidade.

O grande número de veículos próprios, carros e motos, torna a mobilidade na cidade cada dia mais difícil. Mas fazer a opção de se deslocar pelo transporte coletivo é complicado, pois a baixa qualidade do serviço leva as pessoas a optar quase sempre pelo veículo próprio. Uma das apostas do poder público são altos investimentos no veículo leve sobre trilhos, o VLT.

O uso de meios de transporte alternativos como a bicicleta também encontra entraves, pela falta de planejamento em oferecer um deslocamento seguro para os ciclistas, a existência de ciclovias é quase nula.

A arquiteta Erika Kneib afirma sobre o problema “O adequado seria racionalizar o uso de automóveis e priorizar os deslocamentos a pé e por bicicleta para pequenas e médias distâncias, e de transporte coletivo para médias e longas distâncias”. Mas enquanto o poder público não age para que isso seja possível o cidadão vai continuar a sofrer para se locomover dentro de sua cidade.

Fonte : FIC

Listar Todas Voltar