Weby shortcut
4884
Doação

Trailer de uma história real

Campanha exibe vídeo sobre doação de órgãos em sessões de cinema.             

Doação

Por Matheus Ferreira

Provavelmente quem foi aos cinemas da Rede Lumière no último mês se deparou com um vídeo diferente antes de do início do filme. Mas não é o trailer de nenhum novo blockbuster  ou de algum grande lançamento de Hollywood. Na verdade o tema é de um velho assunto mas que nunca deixa de ser antiquado ou irrelevante, muito pelo contrário. A doação de órgãos é um assunto altamente relevante.

Desde o dia 3 de abril, estão sendo exibidos vídeos que falam sobre a importância da doação de órgãos. A iniciativa é uma parceria entre a Central de Notificação, Distribuição, e Captação de Órgãos do Estado de Goiás (Central de Transplantes) e a Rede de Cinemas Lumière, e tem o objetivo de informar e conscientizar àqueles que vão ao cinema sobre a importância de ser um doador de órgãos.  “Estamos muito orgulhosos de fazer parte de uma campanha tão bonita e tão importante”, diz Gerson Santos, gerente da rede de cinemas

O vídeo informativo de aproximadamente 40 segundos está sendo exibido em todas as sessões de cinemas, nos 4 shoppings de Goiânia que possuem salas da Rede Lumière. Para o gerente da Central de Transplantes da Cidade de Goiás, Luciano Leão, a expectativa com a campanha é muito alta. “Temos uma lista de espera que não espera de crescer. Essa, a meu ver, é a primeira iniciativa do gênero no país”, diz Luciano Leão.

Doação de Órgãos

A lista de espera para transplantes de órgãos é de 3.530 pessoas, sendo 2.976 aguardam córnea, 538 rins, 12 coração e 4 esperam por pâncreas/rim, isso apenas no Estado de Goiás. Até agosto de 2013, foram realizadas 656 transplantes em nosso estado, segundo dados do órgão criado em 1997 pelo pela Lei n° 9.434 e regulamentado pelo Decreto n° 2.268, Central de Transplantes (CNCDO).

Para a médica Gabriela Rebouças, a falta de conhecimento é a maior dificuldade encontrada pelas campanhas de doação. “As pessoas não tem conhecimento do quanto é importante e simples se tornar um doador de órgãos. Mostrar isso para a população deve ser o foco das campanhas de conscientização”, completa a médica. Para se tornar um doador basta avisar aos familiares sobre essa vontade, é necessária apenas a autorização deles para acontecer. Outras questões são respondidas no página da CNCDO.

Fonte : FIC

Listar Todas Voltar