Weby shortcut
4884

Setor de eventos está em alta na economia goiana

Festival internacional de dança de Goiás 2014 terá espetáculos gratuitos, o evento reunirá bailarinos de todo o Brasil e todos os jurados serão de outros países

 

Festival

 

Por Lucas Barbosa

Na tentativa de desenvolver a economia e o turismo do estado, o Festival Internacional de Dança de Goiás foi criado em 2012 com a intenção de aproximar o público da arte de Dança, com apresentações de espetáculos, cursos de ballet clássico, sapateado, jazz e street dance. O evento é realizado a cada dois anos pela Dançarte Companhia de Dança, com o apoio do Governo do Estado de Goiás, através da Agência Goiana de Turismo (Goiás Turismo) e ocorre entre os dias 02 e 08 de junho deste ano, no Centro Cultural Oscar Niemeyer.

 

Nesta edição que acontecerá em 6 noites, o festival reúne cerca de quatro mil bailarinos de todo o Brasil, e o evento já tem presença confirmada do Diretor do America Ballet Theatre de Nova York, Franco de Vita, e do coreografo brasileiro, Alex Magno que já trabalhou com grandes nomes da música pop, como Britney Spears. Alex Magno vem com a missão de ser jurado e ministrar vários workshops.

 

Durante a semana do evento, terá mostra não competitiva, que serão apresentadas no Shopping Flamboyant gratuitamente. Na programação desta edição estão previsto também seminários, mesas redondas, feira de dança e cursos de ballet clássico. Os cursos serão ministrados por professores conceituados, sendo muitos de outros países.

 

Investimento

 

“O objetivo do festival é promover o turismo cultural em Goiânia e firmar Goiás como um dos principais incentivadores de cultura no Brasil, além de impactar na economia". A afirmação é da Diretora de Desenvolvimento e Turismo da Agência Goiana, Sandra Méndez, e diz que além de toda a movimentação turística na cidade devido ao evento, causa um impacto também na economia do estado, com a chegada dos turistas, que tem gastos com hospedagem e alimentação.

 

O festival ocorrer a cada dois anos, pelo fato de ser um evento de âmbito internacional, gerando muitos custos ao estado de Goiás, por isso ele se torna caro, exigindo mobilidade de profissionais e escolas de danças. "Para ter uma boa organização isso gera muitos gastos, com um evento que traz convidados do Brasil inteiro, desde escolas a profissionais, além dos convites que são feitos para os convidados do exterior que tem agenda a ser cumprida", explica Sandra.

 

De acordo com a diretora Sandra Méndez, todos os espetáculos terão entradas gratuitas, exceto as oficinas que são ministradas por profissionais da área. Sandra ressalta ainda que alguns eventos que tem a participação do estado na organização, à entrada se torna gratuita. A programação completa está disponível no site do evento.

 

Listar Todas Voltar