Weby shortcut
4884

Morte por motivos fúteis tem aumentado no Estado

Em Goiás a taxa de assassinatos que foram cometidos por impulso chegou á 50,66%

Por Kamila Monteiro

Uma discussão entre vizinhos, uma crise de ciúmes, uma briga de bar ou um acidente de trânsito. As situações de estresse do cotidiano que antes poderia ser resolvido com uma simples conversa agora são consideradas como principais fontes de mortes no Brasil. O aumento da criminalidade no Brasil vem tomando um rumo preocupante: a banalização da vida.  

Um levantamento realizado pelo Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP) em 16 estados indicou que a média nacional é de que uma a cada quatro mortes é ocorre por motivos banais.  Em Goiânia, cerca de 53% dos homicídios registrados no final do ano passado tiveram inicio por motivos considerados simples. Entre os principais motivos que o CNMP relatou estão: ciúmes, embriaguez, homofobia e intolerância religiosa.

Segundo a psicóloga Solange Alves de Oliveira, muitos que praticam a ação violenta, tendem a sentir mais tarde um estranhamento pela própria atitude. “A pessoa não se reconhece e muitas vezes não acredita ser capaz de cometer tal ato”, afirma. A psicóloga ainda comenta que as principais causas de violência na cidade são provocados pela falta de paciência e pelo estresso do dia a dia.

No final do mês de março a diretoria do Detran-GO em conjunto com a cúpula da Secretaria de Segurança Pública promoveram uma reunião onde o principal assunto discuto foi a violência no trânsito. Entre as resoluções a diretoria determinou a formação de comissões de trabalho que tem o dever de apresentar sugestões e resoluções visando a melhorias no trânsito de Goiânia.

No portal de notícias do site terra, a publicação de uma matéria “Brasil: banalização do crime” provocou diversos comentários onde é possível visualizar a indignação das pessoas com esse tipo de crime. Um participante do fórum comentou que “no Brasil as autoridades são banalizadas, a polícia é ineficiente, o estado é ausência e a justiça é lenta. Tudo isso contribui no aumento da violência”. 

De acordo com a psicóloga, Solange Oliveira, a melhor maneira de evitar conflitos no dia a dia é buscar maneiras de aliviar o estresse. Fazer exercícios, manter uma dieta saudável e sempre pensar duas vezes antes de qualquer atitude. Pequenas ações como essas podem contribuir na diminuição da violência na cidade. 

Categorias : Segurança

Listar Todas Voltar