Weby shortcut
4884

Jogos digitais ganham espaço no país

Aspirantes a produtores de games buscam graduações para adentrar ao novo mercado

por Natânia Carvalho

 

O Brasil já é, de longe, um grande consumidor de jogos digitais. Para além comprar, muitos jogos tem sido produzidos em terras tupiniquins. De acordo com a Associação Brasileira das Desenvolvedoras de Jogos Digitais (ABRAGAMES), há cerca de 55 empresas desenvolvedoras de games no Brasil.


"As produtoras de jogos no Brasil focam, primeiramente, o entretenimento e depois o mercado publicitário, o que a gente chama de advergames", explica Daniel Cordeiro, estudante de Ciências da Computação, que está produzindo um game como Trabalho de Conclusão de Curso.


Especializações
Como o nicho de Jogos Digitais é novo no Brasil, a demanda por mão-de-obra especializada é crescente. Em Goiânia, cursos como Ciências da Computação e Engenharia de Software possuem produção de games em suas grades.


Pensando neste mercado a Faculadade de Tecnologia Senac Goiás trouxe para a capital a graduação tecnológica em Jogos Digitais. A primeira turma do curso vai começar no ano que vem e o processo seletivo vai acontecer em dezembro.


"Vimos uma procura muito boa para o curso de Jogos Digitais, o mercado goiano parece bem receptivo, na verdade mais, ele parece ter vontade em se especializar na área de jogos", conta Lucilia Ribeiro, coordenadora do curso de Tecnologia da Informação e Segurança da Informação da Faculdade Senac Goias.


Por enquanto a produção é de jogos rápidos, mas a promessa é que o enredo se especialize e que os brasileiros consigam conquistar mercados em outros países.

Categorias : Tecnologia

Listar Todas Voltar