Weby shortcut
4884
Facebook

Já postou sua foto hoje?

A vida privada se torna pública nas redes socias

Por: Sara Luiza

Existe vida sem facebook? Foi o que eu me perguntei em um domingo à noite depois de saber mesmo sem querer o que cada um de meus amigos virtuais estavam fazendo. Fotos das noites “badaladas”, declarações de amor, reclamações da faculdade, opiniões sobre política, comentários sobre futebol... Isso tudo em um mesmo espaço e sem ninguém ter perguntado nada. Mas é uma vontade incontrolável, quase insaciável de narrar sua vida, suas felicidades e difuculdades para outras pessoas que estão também no mesmo ciclo.

Será que é possível passar um jantar com o namorado sem postar uma foto? Fazer um autorretrato, e guardar só para você, sem compartilhar com ninguém esperando “curtidas” e elogios? Ou sair com os amigos e não fazer check-in no lugar onde estão? Parece que a resposta para essas questões é não. No mundo em que tudo é muito rápido e egoísta é importantíssimo que o ser humano tenha atenção ao extremo, que se exiba e receba elogios, que o amor seja provado por meio de declarações públicas e que até mesmo os problemas de sua vida sejam compartilhados e recebam apoio das outras pessoas.

Transformar a vida privada em pública era exclusivadade apenas de quem era famoso ou tinha “status” para que aparecessem no meio de comunicação e entretenimento. Hoje em dia, qualquer um pode se tornar um modelo ou ser um jornalista esportivo e político. Além disso, se você curtir a página de seu cantor ou ator favorito pode se sentir mais perto da rotina e da vida daquele ídolo. Tudo muito perto mas ao mesmo tempo muito distante.

Não quero fazer uma caça as bruxas das redes sociais, longe de mim. Até pareço hipócrita ao dizer tudo isso sendo que eu mesma já dei minhas opiniões sobre a política brasileira, coloquei para todo mundo vê que o meu time havia sido campeão, declarei meu amor pelo meu namorado em uma foto e esperei vários elogios em uma foto. Mas é nítido perceber que estamos chegando no limite, em que amizade só é verdadeira se tiver um follow no Twitter ou que uma briga só foi realmente séria se ambos deixaram de se seguir no Instagram ou que um namoro realmente acabou se você mudou seu status do facebook de “relacionamento sério” para “solteiro”.

A amizade, o amor, a família vão bem além das redes sociais, e o que acontece hoje é justamente o contário. O “eu te amo” não é dito pessoalmente mas é amplamente divulgado nos dias das mães, as opiniões sobre determinados assuntos são amplamente discutidos mas na hora do debate real, cara a cara, todos se calam. A vida real e virtual se misturam e trocam de papéis.

Eu me cansei e cheguei no meu limite, acredito que para a maioria das pessoas o futuro é esse: chegar ao limite de toda a exposição. Quem sabe um dia não precisaremos anunciar pela manhã o “#partiutrabalho” ou não precisaremos reclamar em todas as redes sociais que está muito calor. Talvez as relações se distanciem tanto que precisem voltar ao início e que a vida privada seja realmente sua e que não precise ser divulgada para mais ninguém.

 

Fonte : Facomb

Listar Todas Voltar