Weby shortcut
4884
Reprodução

O Bullying na Sociedade Moderna

Brasília, Belo Horizonte e Curitiba são as cidades brasileiras com maior incidência da prática

O bullying é um problema mundial, podendo ocorrer em praticamente qualquer contexto no qual as pessoas interajam, tais como escola, universidade, família, mas pode ocorrer também no local de trabalho e entre vizinhos.

No Brasil, uma pesquisa realizada pelo IBGE em 2010 com alunos de escolas públicas e particulares revelou que as humilhações típicas do bullying são comuns em alunos da 5ª e 6ª séries. As três cidades brasileiras com maior incidência dessa prática são: Brasília, Belo Horizonte e Curitiba. Ainda de acordo com o Instituto, um a cada cinco pessoas praticam esse tipo de comportamento.

Há uma tendência das escolas em não admitirem a ocorrência do bullying entre seus alunos, ou desconhecem o problema ou se negam a enfrentá-lo. Esse tipo de agressão geralmente ocorre em áreas onde a presença ou supervisão de pessoas adultas é mínima ou inexistente. Estão inclusos no bullying os apelidos pejorativos criados para humilhar os colegas.

“O agredido de hoje, amanhã pode virar agressor. Como forma de desforrar no outro aquilo que ele passou”, afirma a psicoterapêuta Zilda Sequeira. O bullying é considerado uma epidemia pela Organização Mundial de Saúde.

Penalidade

A prática comportamental caminha em direção oposta ao preceito constitucional do Artigo 227 da Constituição Federal do Brasil. Os atos de bullying ferem princípios constitucionais – respeito à dignidade da pessoa humana – e ferem o Código Civil, que determina que todo ato ilícito que cause dano a outrem gera o dever de indenizar.

O responsável pelo ato de bullying pode também ser enquadrado no Código de Defesa do Consumidor, tendo em vista que as escolas prestam serviço aos consumidores e são responsáveis por atos de bullying que ocorram dentro do estabelecimento de ensino e trabalho.

Fonte : FIC

Listar Todas Voltar