Weby shortcut
4884
Intervenção urbana

Galeria ao ar livre

Ruas de Goiânia têm servido como espaço para artistas exibirem seus trabalhos e interagirem com a população

Por Laura Machado 

Intervenção urbana é o nome dado à arte localizada nas ruas das cidades. Esse deslocamento da arte dos museus e galerias para o espaço público carrega a intenção do artista de interferir de alguma maneira no cotidiano dos transeuntes, de dialogar com a sociedade. Ao usar o cenário urbano como suporte para suas obras, os artistas transformam espaços e mudam a experiência cotidiana de quem passa por ali.

Diogo Honorato, mais conhecido como "Rustoff", Marcelo Peralta e Oscar Fortunato são alguns dos artistas que têm usado Goiânia como galeria para sua arte. As técnicas usadas para levar suas obras para as ruas são diversas, desde o mais conhecido graffiti, até o estêncil e a serigrafia. "As pessoas gostam de ter sua realidade alterada, nem que seja por alguns segundos", diz Fortunato.

"Minhas intenções ao fazer arte de rua vêm da minha formação como Arquiteto e Urbanista. A cidade é formada pela soma de todas as nossas relações sociais, econômicas e culturais, e o espaço físico em si é apenas uma consequência de quem nós somos como sociedade", explica Marcelo Peralta.

O artista ainda acrescenta: "Vivemos em um período de alienação urbana em que vemos o espaço público como inóspito, acho importante lembrar a todos que o espaço urbano é construído por nós, é nossa responsabilidade, e cada cidadão tem o poder de se apropriar de sua cidade e procurar moldá-la a sua vontade. Vejo o que faço como uma contribuição ao espaço urbano".

Interação

"A interação com o público é o mais atraente na arte de rua, pois é direta. Antes mesmo de se terminar as pessoas que circulam pela rua já interagem com o que faço, e isso ocorre sem burocracia, sem protocolo", explica Peralta.

As redes sociais ajudam no contato com os artistas. Aqueles que veem obras nas ruas e as divulgam em seus perfis online ou correm para o Google muito provavelmente conseguem encontrar o responsável por aquilo. "Geralmente as pessoas fotografam, publicam em suas redes sociais e amigos ou conhecidos falam que é meu ou de outro", conta Rustoff.

Outro ponto positivo da exposição da arte na rua é a sinceridade das análises feitas por quem a vê. "Cabe a quem está na rua decidir se aquilo é bom o ruim, se é arte ou vandalismo, baseado no que cada um acha, sem seguir regras de avaliação ou se intimidar pela opinião de outros", diz Marcelo Peralta.

Plus Galeria

Nascida em Goiânia, a Plus Galeria é uma galeria de arte online que trabalha com obras únicas, originais. "A Plus Galeria é consequência da forma como o mercado tratava os artistas e da visão de que as coisas podem ser diferentes", explica Oscar Fortunato, que é dono da Plus ao lado de Lydia Himmen, sua esposa.

Fonte : Fic

Listar Todas Voltar