Weby shortcut
4884

O outro lado da História

Série de documentários retrata Goiânia a partir de depoimentos de moradores que ajudaram na construção da capital

Por Wéber Félix

“Todos nós carregamos conosco não somente as nossas lembranças, mas também as dos nossos familiares, amigos, conhecidos e até mesmo de pessoas que estavam de passagem nas nossas vidas”. Seguindo esse caminho a Fundação RTVE/ TV UFG estreou, em outubro, mês do 80º aniversário de Goiânia, a série “Nossa história daria um filme”.

A série de documentários traz narrativas sobre a capital goiana que são contadas por moradores da cidade. Para entrar em cena foram convidadas figuras, muitas vezes desconhecidas do grande público, de bairros de diversas regiões da cidade. A história retrata o drama de famílias que se mudaram para a região em busca de melhores oportunidades de vida e que contribuíram para a configuração do que Goiânia é hoje.

A estudante de Jornalismo, Luisa Viana, que empresta sua fala no início do texto conta que a série é um importante instrumento para a história da cidade porque ela traz as impressões das pessoas que ajudaram a construí-la. Ela ressalta que pessoas comuns tiveram grande relevância e lamenta que elas sejam esquecidas pela história oficial. “A capital não pode se esquecer de personagens que possuem grande valor na história de Goiânia. A nossa cidade foi construída por diversas pessoas, pela coletividade.”

O lançamento foi realizado no dia 21 de outubro, no Centro Municipal de Cultura Goiânia Ouro com a exibição do primeiro produto da série. Ao todo, ela foi dividida em 12 documentários independentes, sendo o primeiro um panorama dos 80 anos da capital. Já os outros filmes trazem depoimentos de moradores de oito bairros, escolhidos de regiões tradicionais da cidade: Novo Mundo, Nova Esperança, Vila Nova, Setor Pedro Ludovico, Vila União e Jardim Guanabara, Setor Central e Campinas.

A idealizadora do projeto e professora da Faculdade de Informação e Comunicação da UFG (FIC/UFG), Rosana Borges, afirma que a série é o registro da história que não foi contada. “A reescrita da história é um movimento muito importante porque é capaz de proporcionar o repensar da trajetória e o resgate da visibilidade de processos e pessoas”. Ela ainda comenta que a exibição dos documentários onde foram produzidos faz com que os moradores se sintam participantes da história de Goiânia.

A Série

O projeto nasceu a partir da articulação entre a professora Rosana Borges e o historiador Fernando Viana com o intuito de abordar as histórias de construção dos bairros da capital. A série televisiva, apoiada pelo PROEXT-MEC, foi elaborada com o objetivo de se compor em acervo audiovisual e histórico de alguns bairros de Goiânia.

A série, que foi transmitida na programação da TV UFG entre os dias 24 de outubro e 04 de novembro, também está sendo exibida nos bairros onde foram produzidas. Além disso, para que a população tenha acesso à produção, serão disponibilizadas, gratuitamente, cópias dos documentários nas locadoras da cidade. E para o próximo ano, a equipe no projeto “Nossa história daria um filme” vai se concentrar na produção de um longa metragem sobre Goiânia.

Fonte : Facomb

Categorias : Cultura

Listar Todas Voltar