Weby shortcut
4884
Foto - Reprodução

Pelo 13º salário, R$ 143 bilhões devem ser injetados na economia

De acordo com o Dieese, o valor deve beneficiar mais de 82 milhões de brasileiros

Por Brunno Falcão

Cerca de R$ 143 bilhões devem ser injetados na economia brasileira, até dezembro deste ano, em razão do pagamento do 13º salário. A estimativa é do Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese), em nota divulgada na segunda-feira (28).

Cerca de 82,3 milhões de brasileiros serão beneficiados com um rendimento adicional de R$ 1.740, em média. Trabalhadores do mercado formal, inclusive empregados domésticos com carteira assinada - que somam 1,760 milhão ou 2,2% do total; os beneficiários da Previdência Social e os aposentados e beneficiários de pensão da União e dos estados receberão o 13º salário.

Para efeito do cálculo, o Dieese não considera os autônomos, assalariados sem carteira ou trabalhadores com outras formas de inserção no mercado de trabalho que, eventualmente, recebem algum tipo de abono de fim de ano, uma vez que tais dados são de difícil mensuração.

O número de pessoas que receberão o 13º salário em 2013 é quase 3% acima do calculado para 2012. "Estima-se que mais de 2 milhões de pessoas passarão a receber o benefício, por terem requerido aposentadoria ou pensão, por se incorporarem ao mercado de trabalho ou ainda devido à formalização do vínculo empregatício", afirma o Dieese.

O valor previsto para este ano também indica um crescimento: 9,8% a mais que no ano passado.

Por região

A maior parcela do 13º salário (51%) deverá ficar nos estados do Sudeste, região que concentra também a maior parte dos trabalhadores, aposentados e pensionistas. Outros 15,6% do total devem ser pagos na região Sul e, no Nordeste, devem entrar em circulação 15,4%. A parcela de 8,4% irá para a região Centro-Oeste, e 4,7% para a Norte.

Os beneficiários do regime próprio da União respondem por 5% do total e podem viver em qualquer região.

Considerando todas as categorias de beneficiados, o maior valor médio para o 13º - R$ 3.174 - deve ser pago em Brasília e o menor, nos  estados do Maranhão e Piauí - ambos com média próxima a R$ 1.100,00. "Estas médias, porém, não incluem o pessoal aposentado pelo regime próprio dos estados, cujo quantitativo não foi possível obter", salienta o Dieese.

Fonte : Fic

Categorias : economia

Listar Todas Voltar