Weby shortcut
4884
esmaltes

Trabalho em prol da beleza

Você já observou quanta coisa há dentro de um salão? O trabalho dos profissionais? Para que tantas transformações ocorram é preciso ferramenta e talento.

Por: Andressa Ricco

Material

Somente para cortes de cabelo uma profissional pode utilizar até 3 tipos de tesouras - A. Ricco

Quem está acostumada a frenquentar um salão sabe como o ambiente é movimentado e corrido. O telefone toca a todo o momento, a agenda é arrochada e nem sempre é possível encontrar um horário em cima da hora. Mas será que as pessoas enxergam os profissionais que garantem a beleza de seus cabelos, sobrancelhas, unhas e tudo o mais?

O jogo de cintura

A cabeleireira Lucia Ricco, é proprietária de um instituto de beleza em um bairro nobre de Goiânia. Nascida dentro de um salão, sempre vivenciou a profissão e aprendeu a gostar de transformar as pessoas. “Eu amo transformar as pessoas, gosto de ver como elas mudam após a maquiagem e o penteado,” declara.

Lucia

Lucia Ricco começando uma produção - A. Ricco

Ela comenta que a correria no salão é forte e que não é fácil dar conta de tudo, até porque a agenda de um salão não é algo simples de se lidar. “Se uma cliente atrasa, toda a agenda atrasa também, é preciso ter jogo de cintura para acalmar as outras que virão em seguida. Tem dia que é um sufoco!” Afirma.

O ofício

Sobre o ofício de cabeleireira, Lucia diz que além de arrumar cabelos essa profissional dever saber ser agradável e ser uma boa ouvinte, “a cliente quando vai ao salão espera relaxar, falar sobre assuntos banais ou se abrir sobre algum problema que a esteja afligindo. O lavatório então é um dos momentos que elas mais gostam, todas dizem ser extremamente relaxante lavar os cabelos e aproveitar a massagem no couro cabeludo,” comenta.

Ana Alice é uma das manicures e depiladoras da equipe do instituto de beleza, ela que já é manicure há mais de dez anos, diz amar o que faz e declara não se imaginar sem trabalhar com unhas. “Nossa! Eu amo fazer unha! Faço porque gosto, sempre que parei logo voltava, nem que fosse à domicílio,” disse.

Ela diz gostar também da movimentação de pessoas e da oportunidade de conhecer tanta gente com o trabalho que exerce. “Há muitas coisas engraçadas que ocorrem em um salão de beleza e isso ajuda para que o trabalho não fique monótono,” afirma.

“Nessa agitação entre hidratações, escovas, tesouras, alicates e muito mais existe um universo feminino onde pelo o que é possível perceber, as mulheres relaxam e se divertem. E se observarmos com olhos mais atentos na equipe, veremos personagens cada qual com uma personalidade e talento marcantes.” Conclui Lucia.

 

 

Fonte : FIC

Listar Todas Voltar