Weby shortcut
4884
danilo 333

Quem são as pessoas mais ricas do mundo?

Dos 10 maiores bilionários do planeta, 7 são estadunidenses

Por Danilo Boaventura

Existem milhares de pessoas em todo o mundo que vivem à margem da pobreza. Boa parte delas, segundo um relatório divulgado em 2011 pelo Fundo de População das Nações Unidas (UNFPA), residem no continente africano e tentam sobreviver com menos de um dólar por dia.

Contrapondo a tanta miséria, existem, porém, àqueles que conseguiram acumular fortunas bilionárias, que somadas ultrapassam o Produto Interno Bruto (PIB) de muitos países como a França, a 6ª economia mundial.

Diversos ricaços têm patrimônios gigantescos e, ao longo de suas jornadas empresariais, aumentaram ainda mais suas contas bancárias apenas com a credibilidade que suas empresas imprimiram no mercado global.

Em uma lista formulada pela Boomerang, foram elencadas as 100 pesssoas mais ricas do mundo.  

O cenário surpreende. Entre os dez mais - sete são estadunidenses-, existe apenas uma mulher. Christy Walton, viúva de John T. Walton, segundo filho do fundador do Wal-Mart, San Walton.  

No topo, disputando a liderança com Bill Gates, está o mexicano Carlos Slin, magnata do ramo das telecomunicações com um patrimônio avaliado em 73,2 Bi. O capital de Gates, atualmente, está cotado em 72,9 Bi.

O brasileiro mais rico, segundo a Boomerang, é o empresário dono da Burger King, João Paulo Leman. Desbancou Eike Batista, que até então era o homem mais rico do Brasil.

Aiko Dangote, nigeriano, é o negro mais rico do mundo e ostenta um acúmulo superior a 13 Bi de dólares. A sua irmã de etnia mais rica, também é nigeriana. Folorunsho Alakija tem 61 anos e um patrimônio em torno de 3,3 Bi de dólares.
 
Você bilionário

Nossa reportagem perguntou a três pessoas aleatórias online no Facebook sobre o que fariam caso recebessem, de herança, uma fortuna bilionária. Pelas respostas, foi possível perceber que a maioria deles não tinham muita noção do poder de consumo e investimento que uma bolada como essa pode proporcionar e confessaram que desejariam fazer coisas simples com o dinheiro. Veja as respostas:

"Primeiramente, ia fazer uma longa viagem, conhecer lugares que tenho o sonho de conhecer e ia ajudar pessoas carentes, família, instituições de caridade. Investiria 50% da fortuna em bens imobiliários".

Willian Barbosa, estudante do 1° período de Economia da UFG
 
"Viajaria uns três meses e depois que voltasse compraria uma casa, um carro e abriria um negócio. Não sei qual seria, mas montaria só para não ser empregado".  

Natã Gratão, professor de Matemática e estudante de Design Gráfico do Senac
 
"Iria dizer que arrumei emprego em outro estado, me mudaria para lá com minha mãe e depois de uns anos discretamente voltaria rico".  

Guilherme Roussini, editor de Photoshop do Diário da Manhã

Fonte : Facomb

Listar Todas Voltar