Weby shortcut
4884

Exercício físico deve ser um ato prazeroso

A atividade corporal proporciona bem-estar para quem pratica

Por Luísa Viana

As praças e parques estão cada vez mais movimentados por pessoas que praticam caminhadas, corridas, andam de bicicleta, jogam bola ou praticam outro esporte. Isso é fruto de uma crescente preocupação da sociedade com a saúde e o corpo. O exercício físico é fundamental, mas a falta de tempo e os gastos financeiros com academias e centros esportivos podem dificultar a prática corporal. O importante é não parar de se exercitar, tomando as precauções corretas.

Vanessa Helena Santana Dalla Déa, doutora em Adaptação e Saúde e professora da Faculdade de Educação e Física (FEF) da Universidade Federal de Goiás (UFG) afirma que os benefícios proporcionados pela atividade física são grandes. Esta prática incentiva a sociabilidade, na FEF muitos idosos que praticam exercícios apontam a oportunidade de fazer amigos, como o primeiro motivo para se exercitarem. Ajuda a pessoa a se conhecer melhor, trabalhando a auto-estima.

Também de acordo com a professora o indivíduo aprende a aceitar seu corpo do jeito que ele é, sem procurar seguir os estereótipos de beleza ditados pela mídia e sociedade, que são característicos de poucos. A pessoa se descobre útil e eficaz em uma atividade e se reconhece bonita com a aparência física que tem. Além dos benefícios psicológicos, previnem-se doenças, como problemas cardiovasculares e circulatórios e há uma melhora na respiração, através de um bom condicionamento físico, aprendendo a utilizar o oxigênio.

Descubra agora em nosso guia a atividade ideal para o seu perfil

 Fonte: http://www.einstein.br

Bem-estar

Muitas pessoas optam por praticar atividades ao ar livre, sem a necessidade de um profissional por perto. Michael Alessandro de Figueira Valim, 35, diretor de imagem da TV UFG confessa não gostar de academias, ou outros centros esportivos. Ele prefere andar e correr em uma praça, perto de sua casa, pois gosta de ver as pessoas nas ruas, caminhar livremente e observar a cidade.

A professora Vanessa Santana afirma que o importante é procurar uma atividade que proporcione prazer e bem-estar fisiológico, emocional e social, como caminhar no parque ao lado das pessoas que ama, ou andar de bicicleta onde tenha natureza. Pensar no exercício físico como uma obrigação também prejudica a sua continuidade e regularidade, consequentemente não trazendo retorno à saúde. A prática corporal não é algo restrito a ambientes específicos, já que faz parte do cotidiano, como caminhar, limpar a casa e subir escadas. Estas atividades já provocam alto índice de perda calórica e melhoria cardiovascular. Portanto, praticar um exercício é mais simples do que se imagina, o importante é perceber suas necessidades e encontrar algo que seja prazeroso. 

Listar Todas Voltar