Weby shortcut
4884

Cigarro faz mal à saúde e ao bolso

Estudo mostra que brasileiro gasta mais com cigarro que com arroz e feijão

Por Tallita Guimarães

Mesmo com a evolução das técnicas da medicina e a conscientização dos malefícios do cigarro, ainda existem pessoas que fumam. E o pior, os gastos da população com o fumo têm se mantido nos últimos anos e o peso dessas despesas ainda é alta. Um estudo feito pelo Instituto Brasileiro de Economia mostra que o gasto com cigarro onera o orçamento doméstico.

De acordo com o estudo, os consumidores gastam com o cigarro quase dobro do que usam para adquirir arroz e feijão. Cláudia Gomes, de 37 anos, auxiliar de enfermagem tem consciência de que o cigarro é prejudicial à saúde e ao bolso. Os malefícios do cigarro são vários, mas mesmo assim, a auxiliar de enfermagem não consegue largar o vício.

“Fumo há 13 anos, sei que não fazem. Inclusive, já tentei parar de fumar, mas engordei sete quilos. Atualmente, consumo uma carteira e meia de cigarro. Por dia, são quase R$10,00. Pra quem ganha R$1.200,00 garanto que faz falta”, comenta Cláudia Gomes. A auxiliar de enfermagem tem dois filhos. Segundo ela, educa as crianças para que elas não se envolvam com o cigarro.

Segundo dados da Souza Cruz, em 2012, a empresa atingiu quase 75% do mercado brasileiro de cigarros, confirmando a primeira posição no setor.  Em outubro, novembro e dezembro do ano passado, a participação da empresa teve um crescimento de 1,2 ponto percentual no ano chegando a participação recorde na sua história de 76.6%.

Jovens fumantes

De acordo com dados do Instituto Nacional do Câncer (Inca), entre as pessoas com mais de 15 anos de idade, o consumo de cigarros no Brasil caiu de 32 %, em 1989, para 17% em 2008. Os 17% correspondem a 25 milhões de fumantes.

Para o pneumologista de Goiânia, Ricardo Teixeira, a queda é resultado de um conjunto de ações educativas que conscientizam os mais jovens dos problemas que o cigarro traz. Além disso, outra forma de diminuir o uso do cigarro é a proibição do fumo em locais fechados.

“A lei que proíbe o fumo em ambiente fechado é importante. Uma vez que sensibiliza o fumante e o incentiva a parar de fumar. É possível notar que que as pessoas querem parar de fumar por que não têm mais liberdade de fumar como antigamente”, reitera o pneumologista.

Listar Todas Voltar