Weby shortcut
4884
FICA

XV FICA movimenta a Cidade de Goiás

A antiga Vila Boa recebe pela décima quinta vez o Festival Internacional de Cinema e Vídeo Ambiental, principal evento do cinema em Goiás

Por Luiz Eduardo Krüger

Goiás Velho sedia entre dois e sete de julho o Festival Internacional de Cinema e Vídeo Ambiental (FICA). O já tradicional festival acontece desde 1999, e está na sua décima quinta edição. O evento conta com oficinas, mostras, palestras e cursos sobre cinema, além de fóruns e exposições sobre o meio ambiente. Apresentações musicais e shows também fazem parte do FICA 2013.

 

A mostra de cinema conta com cinco longas-metragens, cinco médias-metragens e mais 13 curtas-metragens. A lista dos filmes selecionados pode ser conferida aqui. As oficinas que são oferecidas são: Análise do Filme – Crítica de Cinema; Direção e Roteiro de Cinema; e Oficina de Audiovisual para assentados e agricultores familiares. As inscrições podem ser feitas no site.

 

Jéssica Gregório, 21, é estudante de Audiovisual e estagiária da Panaceia Filmes e diz: “Eu acho legal, para incentivar o cinema goiano e a formação cultural da galera.” Ela ainda critica: “Falta muito espaço para o cinema goiano, é legal porque é um festival internacional e isso geralmente só acontece nos grandes pólos, mas o foco do cinema está em segundo plano, os shows e atrações musicais vêm primeiro”, diz.

 

Shows

 

Talvez muito mais do que os próprios filmes ou o meio ambiente, o que mais atrai o público para o FICA são os shows de grandes artistas de cenário musical brasileiro e até internacional. Nomes como Nando Reis, Caetano Veloso, Rita Lee e Manu Chao já passaram pelas pedras da antiga Vila Boa. Esse ano, as principais atrações são Arnaldo Antunes e Paulinho da Viola.

 

Flávia Ferreira, 23, estudante de Relações Públicas, vê os shows como uma boa pedida. “É uma oportunidade de ver artistas que normalmente não viriam para cá, e ainda mais sem pagar nada”, diz. Além disso, para ela, o balanço é positivo. “O pessoal vem para os shows, mas acaba ficando para os filmes e oficinas, é um incentivo”, salienta.

 

O FICA é realizado pela Agência Goiânia de Cultura (Agepel) e custa R$4 milhões aos cofres do governo do estado.

Categorias : Cultura

Listar Todas Voltar