Weby shortcut
4884
crianças

Brincadeiras que ensinam

 Os jogos e atividades lúdicas são métodos novos que têm trazido bons resultados às salas de aula

 

crianças brincando

 

Por Ana Clara Gomes

 

Já dizia Piaget que a brincadeira contribui significativamente para o desenvolvimento social, afetivo e cognitivo da criança. Brincar é uma ação tão natural do ser humano que os bebês e as crianças já a desenvolvem espontaneamente.

É por meio das brincadeiras que as crianças interagem com o mundo e desenvolvem sua capacidade intelectual. Para informar pais e educadores sobre a importância dos pequenos brincarem, o Ministério da Educação desenvolveu o livro Brincar para todos. O intuito do livro é que os pais e professores estimulem a atividade lúdica das crianças, até mesmo em sala de aula.

Toda criança tem direito ao descanso, ao lazer e ao divertimento, segundo o artigo 31 da Convenção dos Direitos da Criança da ONU. E por que não fazer desse direito ao divertimento uma forma de aprendizado?

Cada vez mais os educadores infantis vem reconhecendo a importância do lúdico no processo de ensino-aprendizagem. Um bom exemplo disso é a utilização de jogos para ensinar conteúdos que, no ensino tradicional, geralmente são vistos pelas crianças como bichos de sete cabeças.

A professora de matemática da Escola Piaget Suzane Teixeira trabalha com o xadrez para ensinar conteúdos teóricos e de lógica. Para ela, o trabalho com jogos facilita a assimilação de conceitos considerados difíceis pelos alunos quando em uma aula convencional. Com os jogos “as crianças desenvolvem gosto pela matemática”, diz Suzane.

 

Fonte : Facomb

Categorias : Educação

Listar Todas Voltar