Weby shortcut
4884

Goiânia Vencendo a Dengue nas Escolas

 

Servidores e alunos trabalham contra o Aedes aegypti nas escolas e CMEIS

 

Por Karla Araujo

O programa Goiânia Vencendo a Dengue Nas Escolas surgiu no final de 2010 em meio a uma epidemia de dengue. Na época, o prefeito Paulo Garcia pediu aos departamentos responsáveis que elaborassem ações contra o problema.

Através de uma modificação do “Agente Mirim contra a dengue”, as escolas e CMEIS começaram a receber o Goiânia Vencendo a Dengue, que é uma parceria entre a Secretaria Municipal de Saúde e a Secretaria Municipal de Educação.

No programa, um servidor da escola é escolhido e recebe o posto de “funcionário dengueiro”, que tem como papel monitorar os criadouros do mosquito Aedes aegypti na escola. Uma vez por mês esse servidor entra em contato com agentes de endemia e marca o dia D da Dengue na unidade escolar.

Na ocasião, os professores trabalham com atividades pedagógicas sobre o tema e o agente responsável faz o trabalho de inspeção com os alunos. De acordo com a enfermeira do Departamento de Vigilância de Controle de Zoonoses, Rosangela Candido Ribeiro, o resultado é melhor a cada ano e “a integração entre saúde e educação funciona muito bem”, afirma.

A Dengue

O mais recente Informativo Técnico de Dengue em Goiânia mostra que desde 2001 a quantidade de casos aumentou consideravelmente levando a epidemias em sequencia. Em 2001 e em 2002 apenas os tipos 1 e 2 da doenças eram diagnosticados. O tipo 3 começou a circular na capital no final de 2002.

No final de 2010 foram diagnosticados quase 45 mil casos da doença em Goiânia, em 2001 esse número era pouco maior que cinco mil. Em 2011 o tipo 4 do vírus começou a circular na capital, mas foi nessa época que o número de casos sofreu uma queda brusca para cerca de 15 mil. Em 2013 a quantidade subiu mais uma vez e passou dos 45 mil.

Fonte : Facomb

Listar Todas Voltar