Weby shortcut
4884
a

Cérebro preguiçoso

 O uso crescente da internet e a facilidade de encontrar respostas na rede deixa os usuários acomodados

 

A internet tem mudado o funcionamento do nosso cérebro. Estamos acostumados a recorrer às ferramentas digitais para marcar compromissos, fazer pesquisas e lembrar aniversários ou nomes. Com isso, passamos a ter dificuldade para gravar informações importantes.

Uma pesquisa realizada pelos psicólogos do site ForensicPsychology.net apontou que, coletivamente, passamos 35 bilhões de horas na internet por mês. Além disso, 61% dos internautas admitiram estar viciados na web.

O estudo indica que consumimos o triplo de informação do que há 50 anos. E como se isso não fosse suficiente, a internet nos tirou a calma, pois aprendemos a fazer tudo ao mesmo tempo. Mudamos de janelas a cada dois minutos, alternando entre emails, rede sociais, documentos, notícias. O internauta passa cerca de oito horas por mês no facebook, o que no fim do ano representa quatro dias inteiros conectado na rede.

Com tanta coisa ocorrendo ao mesmo tempo, nossa concentração diminui, pois a nossa capacidade de resolver problemas e criatividade diminuem. Neste momento, surgem os sites de busca para substituir o momento de reflexão. Eles trazem resposta para tudo!

Os especialistas consideram que essas ferramentas têm substituído nossa memória, pois são cerca de três bilhões de perguntas para o Google diariamente. Antes da internet, uma informação que hoje é simples, precisava ser pesquisada por dias em livros, jornais e em bancos de dados manuscritos. Para que lembrar de algo, se podemos encontrar respostas facilmente na internet?

 Com todas essas facilidades, engana-se quem pensa que nos tornamos uma geração mais feliz. O estudo mostrou que usuários da internet têm mais do que o dobro de chances de serem pessoas deprimidas. Além disso, possuem 20% a menos de massa branca no cérebro (responsável pela transmissão de sinais nervosos). Ou seja, tanto a sensibilidade a emoções, quanto a memória e oratória ficam alteradas.



Fonte : Facomb

Listar Todas Voltar