Weby shortcut
4884
Equipe Rugby

Esporte além do convencional

Apesar de existirem há muito tempo, esportes como ginástica olímpica e rugby ainda são pouco vistos no cenário nacional e goiano

 

Luiza Guimarães

Que o Brasil é o país do futebol, todo mundo sabe. Além dele, esportes como vôlei, basquete e natação, são muito famosos e conquistam cada vez mais fãs e praticantes. Não tem como ficar por fora, a mídia está sempre divulgando os campeonatos e atualizações sobre os times. Mas você sabe o que é rugby? Ou acompanha os campeonatos de ginástica olímpica? Esportes como estes são pouco divulgados, e pouco praticados, mas também realizam competições e possuem órgãos organizadores, como nas outras atividades mais famosas. Além de tudo, são alternativas de atividade física, essenciais para que se previnam doenças e ajude na formação física e psíquica.

Ginástica

"A ginástica é uma atividade no qual a criança deveria ter contato desde cedo, porque desenvolve resistência física e elasticidade", explica o professor de ginástica olímpica, Angelo Neto. Ele ministra aulas na Agência Goiana de Esporte e Lazer, AGEL, em turmas de iniciação esportiva para meninos entre 6 e 16 anos e explica que o esporte não é muito forte no estado porque poucas pessoas tem conhecimento da existência dessas aulas gratuitas. "A divulgação é mais feita boca a boca do que pela própria AGEL (...) o governo anuncia em pequenas notas quando são abertas novas vagas, sendo que possuem meios de comunicação mais abrangentes que poderiam ser utilizados". Sobre o esporte em Goiânia, Angelo diz que a ginástica já foi mais popular, mas a falta de profissionais na área fez com que esse status caísse.

A ginástica olímpica se tornou modalidade esportiva em 1881, em escolas alemãs masculinas. Depois de 15 anos se tornou esporte olímpico, porém, a participação feminina veio somente em 1928. O esporte é uma ótima opção de atividade física, pois melhora a elasticidade, agilidade, coordenação e equilíbrio do corpo. Recentemente, foi realizado em Goiânia dois importantes eventos da ginástica: O Campeonato Brasileiro e a 2° etapa do Circuito Caixa de Ginástica Artística e Rítmica, que teve duração de 4 dias e contou com a participação de grandes nomes da modalidade, como Daniele Hypolito e Daiane dos Santos.

Rugby

Além da ginástica, outro esporte que ainda é pouco conhecido e acompanhado, mas que vem se desenvolvendo no cenário nacional, é o rugby. Iniciado na Inglaterra, o rugby é um esporte coletivo, de contato físico, originado como uma variação do futebol. A atividade é uma das mais praticadas na Europa, porém não possui muita força no Brasil. Apesar disso, é realizado anualmente a Copa do Brasil de Rugby, que tem como formato a disputa entre os vencedores das ligas regionais do país. Em Goiás, a Federação Goiana de Rugby conta com 4 times afiliados, que desde 2009 realizam o campeonato Copa Brasil Central de Rugby (também conhecida como Pequi Nations), reunindo times do Centro Oeste para a disputa. O campeonato regional abre vaga para a copa nacional.

"Começou como uma brincadeira de pessoas que tinham afinidade com o esporte e acabou virando uma equipe", explica João Paulo Monadês, integrante do time Goianos Rugby, campeão desde o início da Copa Brasil Central. No ano passado, o time foi vice campeão da competição nacional e recebeu premiação de equipe revelação do rugby brasileiro. Apesar de, no Brasil, o esporte mais popular ser o futebol, João explica que o rugby vem também ganhando espaço "Durante a copa do mundo na África, o rugby ficou mais conhecido já que na região o esporte é popular. A partir daí surgiram melhores oportunidades de mostrar o que era rugby".

Outro ponto importante que João Paulo aponta, é que o esporte influencia no bom comportamento, pois trata com respeito as pessoas envolvidas na competição. " A filosofia do esporte inclui respeito. Mesmo os adversários cooperam para que o jogo seja respeitoso, o que você não vê em esportes como o futebol. O rugby é realmente apaixonante". 

Quer praticar?

Para quem quer se inscrever em algum esporte, a AGEL abre vagas todo início de fevereiro, em 8 unidades de treinamento. As aulas variam de futebol até yoga e podem ser frequentadas por pessoas em diferentes faixas etárias. A gerente responsável por iniciação esportiva, Renata Carvalho, diz que as vagas diponíveis das atividades dependem da demanda, e que as não completadas ficam disponíveis durante o ano "A disponibilidade de vagas depende da procura. Algumas são renovadas pelos alunos que já pertencem ao programa de esporte, e outras ficam disponíveis para o público até que a turma esteja completa", explica. Acompanhe as inscrições através do site ou entre em contato pelo telefone (62)3201-6069.

O rugby não é oferecido pela AGEL. Para participar das atividades do esporte deve-se entrar em contato com a Federação Goiana de Rugby, FGRu, e saber sobre o calendário das atividades. Segundo o presidente da federação, Igor Mendonça, por enquanto os times são compostos por adolescentes e adultos, com no mínimo 15 anos. Já existem times femininos também.

            

Categorias : Esporte

Listar Todas Voltar